Cleo Smith foi encontrada esta terça-feira com vida, mais de duas semanas depois de ter desaparecido de um acampamento na Austrália. Segundo a polícia, a criança de quatro anos foi encontrada durante a madrugada, sendo que um homem foi detido.

O vice-comissário da polícia, Col Blanch, explicou que as autoridades entraram numa casa fechada e encontraram a menina dentro de um dos quartos.

É com privilégio que anuncio que nas primeiras horas da manhã [hora local], a polícia australiana salvou Cleo Smith", afirmou, acrescentando que "a Cleo Smith foi encontrada viva e bem".

Um dos agentes envolvidos no salvamento pegou na criança ao colo, perguntando-lhe de seguida o nome: "Ela disse 'o meu nome é Cleo'".

A menina já está na presença dos pais, vários dias depois de ter desaparecido na localidade de Carnarvon, a 16 de outubro.

Ellie Smith, mãe de Cleo, tinha sido a última pessoa a ver a menina. Na altura lembra-se de acordar durante a madrugada com a filha a pedir água. Quando acordou, já de manhã, reparou que a criança e o saco de cama já não estavam na tenda.

O caso tomou proporções nacionais, e os principais líderes políticos da Austrália não demoraram a reagir. Foi o caso do primeiro-ministro, Scott Morrison, que falou em "maravilhosas e aliviadoras notícias".

Quanto ao homem detido, está atualmente a ser interrogado pelas autoridades.

António Guimarães