Taiwan acusou, esta segunda-feira, Pequim de criar tensão na região e de tentar "expandir sua hegemonia", após a nova ameaça do ministro da Defesa chinês de usar a força para afirmar a reivindicação da China à Ilha Formosa.

Um comunicado do Conselho para os Assuntos da China continental reagiu a comentários de Wei Fenghe feitos no domingo, no qual afirmou que Pequim "tomaria medidas com determinação" para defender sua reivindicação a Taiwan e ao Mar do Sul da China.

O conselho assinalou que Taiwan nunca fez parte da República Popular da China e nunca aceitaria as ameaças de Pequim.

Por outro lado, acusou a China de "desafiar as normas e a ordem internacional".

A 1 de outubro de 1949, Mao Tsé Tung proclamou a fundação da República Popular da China, em Pequim. O antigo governo nacionalista (Kuomintang), liderado por Chiang Kai-shek (1887-1975), refugiou-se na ilha de Taiwan que a China reclama como sua.

/ BM