A proposta de Procedimento por Défice Excessivo à Itália foi, esta quarta-feira, suspensa, depois do Governo de Roma ter adotado um orçamento que corrige desvios apontados, anunciou o comissário europeu para os Assuntos Económicos e Financeiros, Pierre Moscovici.

São boas notícias para a Itália”, disse Moscovici em conferência de imprensa, salientando que "com base nestes compromissos [assumidos pelo Governo italiano], a Comissão concluiu que, nesta circunstância, já não se justifica manter um Procedimento por Défice Excessivo contra a Itália”.