O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, deixou o hospital Walter Reed este domingo para cumprimentar vários fãs e apoiantes que o esperavam do lado de fora do centro clínico.

Segundo avançou a CNN, o presidente foi transportado por um veículo dos Serviços Secretos, onde foi fotografado a acenar a quem o esperava à porta do hospital, onde está internado desde sexta-feira.

 

 

 

Minutos antes, Trump publicou um vídeo nas redes sociais, sublinhando que iria fazer uma surpresa aos "patriotas" que o têm estado a apoiar.

 

 

Na sexta-feira Donald Trump, de 74 anos, anunciou na sua página pessoal da rede social Twitter que, tal como a primeira-dama, Melania, tinha testado positivo ao coronavirus e que iria ficar em quarentena.

Tonight, @FLOTUS and I tested positive for COVID-19. We will begin our quarantine and recovery process immediately. We will get through this TOGETHER!

— Donald J. Trump (@realDonaldTrump)  October 2, 2020

Horas depois, foi internado por medida de precaução no Hospital Militar Walter Reed.

Este domingo, a equipa médica que acompanha o presidente disse que o estado de saúde de Donald Trump está a melhorar e que, se continuar assim, terá alta hospitalar na segunda-feira. 

O NOSSO PLANO É QUE ELE COMA E BEBA E SAIA DA CAMA. SE ELE CONTINUAR A SENTIR-SE TÃO BEM QUANTO HOJE, A NOSSA ESPERANÇA É DAR-LHE ALTA AMANHàE TRANFERI-LO PARA A CASA BRANCA, ONDE CONTINUARÁ O SEU TRATAMENTO”, disse o médico Sean Conley.

Conley afirmou que na sexta-feira de manhã o presidente registou duas quebras nos níveis de oxigénio e recebeu oxigénio complementar na Casa Branca durante cerca de uma hora.