«A violência aumentou nos últimos dias e há várias informações sobre grandes grupos de homens armados membros de organizações criminosas que transitam pela zona», disse o Departamento de Estado em comunicado.