O primeiro-ministro francês vai concorrer às eleições presidenciais francesas de 2017. A confirmação foi feita esta segunda-feira por Manuel Valls que anunciou ainda que vai abandonar as suas funções no Governo francês a partir desta terça-feira.

Sim, sou candidato à Presidência da República francesa. Nunca cedi à tentação do individualismo, de deixar o coletivo. Não. O serviço pela França é maior do que tudo isso e chegou a hora de ir mais longe neste meu empenho”, afirmou o ainda primeiro-ministro francês, em Paris.

Manuel Valls, de 54 anos, falou na cidade de Evry, onde foi autarca durante 11 anos, entre 2001 e 2012, e salientou que a sua candidatura é de “reconciliação” e que quer juntar a esquerda francesa.

Valls avança depois do presidente francês, François Hollande, se ter retirado de uma disputa para um segundo mandato no palácio do Eliseu.

Na corrida às presidenciais estão já Marine Le Pen, pela Frente Nacional, de extrema-direita e François Fillon, pelo centro-direita.