Dezenas de ambientalistas da Greenpeace exigiram, esta quinta-feira, no Luxemburgo o "fim das viaturas a gasóleo e gasolina" ao confrontarem os ministros dos transportes da União Europeia.

A representante da Greenpeace de França Sarah Fayolle afirmou à agência de notícias France Presse que o objetivo é diminuir as emissões de gases com efeito de estufa que são provocadas pelos escapes das viaturas.

É preciso que os ministros dos transportes avaliem esta tarefa", acrescentou, salientando que é a última reunião do género antes do Conselho Europeu de 20 e 21 de junho, em que serão discutidas as metas de redução das emissões para 2050.

Os manifestantes, que levantaram faixas em que reclamavam o fim dos veículos a gasóleo e gasolina, vieram de França, Alemanha, Polónia, Bélgica e Luxemburgo.

A Greenpeace estima que 27 por cento das emissões de gases com efeito de estufa vêm dos transportes, a maioria de automóveis.