Joe Biden ultrapassou Donald Trump em números de votos na Pensilvânia e mantém a vantagem no estado da Geórgia, indicam as últimas projeções dos resultados eleitorais das presidenciais nos Estados Unidos. 

Os últimos dados, atualizados cerca das 15:00 desta sexta-feira, empurram a margem do candidato democrata para 6.737. 

Siga aqui os resultados das eleições nos Estados Unidos em tempo real

A Associated Press (AP) ainda não declarou oficialmente que Biden é o vencedor do estado mas, caso vença, o democrata tem assegurada a presidência dos Estados Unidos.

Na Pensilvânia estão em jogo 20 votos no Colégio Eleitoral. 

A vantagem do presidente cessante diminuiu após o dia da eleição, quando os funcionários estaduais começaram a processar os votos enviados pelo correio, forma de votação que foi fortemente favorável a Biden depois de Trump ter passado meses, sem apresentar provas, que tal levaria a uma fraude generalizada.

Desconhece-se ainda quantos boletins de voto faltam contabilizar. Se a margem de vitória for inferior a 1%, a lei da Pensilvânia obriga a uma recontagem.

Campanha de Trump: "As eleições ainda não acabaram"

O conselheiro geral da campanha republicana, Matt Morgan já reagiu às projeções que dão Biden como vencedor e acusa-as de serem "falsas".

Houve muitas irregularidades na Pensilvânia, incluindo funcionários eleitorais que impediram os nossos observadores jurídicos voluntários de terem acesso significativo aos locais de contagem de votos”, acusa Matt Morgan.

Segundo o The Guardian, não há evidências de fraude generalizada em nenhum estado, e os conselheiros de Trump foram autorizados a observar o processo de contagem de votos na Pensilvânia. A campanha tem sido geralmente vaga sobre a definição de “acesso significativo”.

Trump, que precisa de vencer a Pensilvânia para manter viva a ideia de se manter na Casa Branca, pediu na quarta e quinta-feira para se parar a contagem de votos no estado.

Segundo as últimas projeções, Biden conta com 264 delegados no Colégio Eleitoral (embora alguns meios questionem os 11 delegados no Arizona) e precisa de 270 para se proclamar vencedor, tendo também consumado esta sexta-feira de manhã uma reviravolta no estado da Geórgia, que o coloca na dianteira, o que lhe pode garantir a vitória.

Trump, que quinta-feira insistiu nas denúncias de que é objeto de fraude eleitoral, sem apresentar provas, tem 214 delegados assegurados no Colégio Eleitoral.

Habitantes de Filadélfia dançam nas ruas 

Joe Biden está à frente das projeções na Pensilvânia por causa dos votos de Filadélfia. Por essa razão, alguns residentes da capital do estado norte-americano sairam à rua para celebrar.

Ellie Rushing, uma jornalista local, partilhou o momento nas redes sociais e relata que a iniciativa partiu de uma jovem família.