Um incêndio num lar de crianças na Guatemala fez 19 mortos esta quarta-feira. O incêndio ocorreu no centro "Virgen de Asuncion" na localidade de San Jose Pinula, a cerca de 25 quilómetros da capital, a Cidade da Guatemala. 

O porta-voz dos bombeiros, Oscar Franco, confirmou a uma rádio local que foram encontrados 19 cadáveres no lar. Pelo menos 25 pessoas ficaram feridas e tiveram de ser hospitalizadas.

"Pelo menos 25 pessoas ficaram feridas e transferidas para hospitais. Confirmámos 19 cadáveres."

Ainda de acordo com o mesmo responsável, o trabalho dos bombeiros continua no local. 

Segundo a BBC, um agente da polícia informou que o incêndio começou com a queima de colchões num dos quartos.

A instituição tem sido alvo de muitas críticas, devido a denúncias de alegados abusos e fugas da instituição.

Segundo a imprensa local, o lar estava sobrelotado, acolhendo mais de 400 crianças - a sua capacidade máxima.

Oficialmente, o centro acolhe crianças até aos 18 anos que foram abandonadas pelos pais, vítimas de abusos ou de tráfico. Mas, ainda de acordo com a imprensa local, também era usado como um centro de detenção juvenil.

A UNICEF já condenou a tragédia.

/ atualizada ás 18:57