As forças armadas da Síria acusaram na segunda-feira Israel de realizar ataques aéreos contra as regiões do centro e oeste do país, que resultaram em ferimentos em dois soldados sírios e causaram danos materiais.

Os militares adiantaram que os aviões de guerra israelitas dispararam mísseis enquanto sobrevoavam o vizinho Líbano, segundo noticia a agência AP.

E acrescentaram que as defesas aéreas da Síria anularam a maioria dos mísseis lançados por Israel, sem fornecer mais detalhes.

Segundo noticia a Agência Nacional de Notícias do Líbano, uma mulher ficou ferida e várias casas foram danificadas devido à queda de estilhaços dos mísseis antiaéreos sírios, na vila de Sahlat al-Maa, no nordeste do Líbano, perto da fronteira com a Síria.

O ataque aconteceu por volta das 19:15 (17:15 de Lisboa) e pelo menos dois soldados ficaram feridos após a ofensiva, salientou o exército sírio, citado pela agência EFE.

De acordo com um comunicado da Organização Não-Governamental (ONG) Observatório Sírio dos Direitos Humanos, com sede no Reino Unido, os mísseis atingiram várias áreas da província central de Homs, parte da qual se situa junto ao mar Mediterrâneo.

Nestas áreas estão localizados várias instalações militares e um quartel das forças do Governo sírio, além de uma outra instalação militar onde está presente o grupo xiita libanês Hezbollah e combatentes do Irão, ambos aliados de Damasco e inimigos de Israel.

Na manhã de quarta-feira, 03 de novembro, um outro ataque com mísseis israelitas teve como alvo posições de milícias iranianas aliadas do presidente sírio Bashar al-Assad fora de Damasco, sem registo de vítimas, apontou a ONG.

Estes ataques ocorrem num momento em que o registo das ofensivas de Israel sobre a Síria aumentou nas últimas semanas.

Ao longo dos anos, Israel tem realizado centenas de ataques contra alvos militares ligados ao Irão na Síria, apesar de raramente reconhecer ou discutir estas operações.

Os israelitas reconhecem, no entanto, que têm como alvo bases de grupos aliados do Irão, como o movimento xiita libanês Hezbollah.

/ RL