A União Europeia vai receber quatro milhões de doses adicionais da vacina da Pfizer nas próximas duas semanas, avançou esta quarta-feira a Comissão Europeia.

O anúncio foi feito por Ursula Von der Leyen que sublinha a importância de atingir a liberdade de circulação entre os 27, tal como a luta contra os surtos de covid-19.

Tenho o prazer de anunciar hoje um acordo com a BioNTech-Pfizer, que oferecerá aos Estados Membros a disponibilização de um total de quatro milhões de doses de vacinas antes do final de março, que serão fornecidas além das entregas de doses planeadas", disse a presidente da Comissão Europeia.

We have reached an agreement with BioNTech-Pfizer for the supply of four million more doses of COVID-19 vaccines for EU countries in the next two weeks.

This will help tackle coronavirus hotspots and facilitate free border movement. #StrongerTogether

— European Commission 🇪🇺 (@EU_Commission) March 10, 2021

O acordo alcançado vai ajudar ainda os Estados-Membros nos "seus esforços para manter a propagação de novas variantes sob controlo".

Através da sua utilização direcionada onde são mais necessários, em particular nas regiões fronteiriças, estas doses também ajudarão a garantir ou restaurar a livre circulação de mercadorias e pessoas. Estes são essenciais para o funcionamento dos sistemas de saúde e do Mercado Único", explica uma nota de imprensa publicada no site da Comissão.

Bruxelas diz ainda que “está a acompanhar de perto a evolução da situação epidemiológica nos Estados-membros”, alertando para o desenvolvimento de focos de covid-19, nomeadamente causados por estirpes mais contagiosas, apesar de a campanha de vacinação ter contribuído para a redução de mortes na União Europeia.