Os reguladores de saúde da Dinamarca, Noruega e Islândia anunciaram esta quinta-feira suspender todas as inoculações com a vacina da AstraZeneca contra a covid-19. Em causa, está o registo de casos de trombose em pessoas vacinadas com um lote específico - o ABV5300 - distribuído em 17 países da União Europeia.

A Autoridade Dinamarquesa de Saúde e Medicamentos anunciou a decisão através de um comunicado que remete para uma nota da Agência Europeia do Medicamento que indica que a União Europeia lançou uma investigação sobre a vacina. No entanto, o órgão acredita ainda não ser possível estabelecer uma relação causal entre a vacina e a ocorrência de eventos tromboembólicos.

Esta interrupção terá uma duração de 14 dias, após a qual será feita uma nova avaliação de segurança ao fármaco.

Estamos no meio da maior e mais importante vacinação da história da Dinamarca. E agora precisamos de todas as vacinas que pudermos. Portanto, colocar uma das vacinas em pausa não é uma decisão fácil. Mas, precisamente porque vacinamos muito, também precisamos de responder com cuidado oportuno quando houver conhecimento de possíveis efeitos colaterais graves. Precisamos de esclarecer isso antes de continuarmos a usar a vacina da AstraZeneca ”, disse Søren Brostrøm, diretor do Conselho Nacional de Saúde.

Também o Instituto de Saúde Pública da Noruega anunciou esta quinta-feira suspender a administração de vacinas desenvolvidas pela AstraZeneca à população.

Esta quinta-feira a Agência Europeia do Medicamento anunciou que detetou 22 casos de trombose, entre o universo das 3 milhões de pessoas inoculadas com a vacina da AstraZeneca.

O anúncio da Dinamarca e da Noruega segue em linha com a decisão austríaca de retirar o lote ABV5300 da vacina AstraZeneca após a morte de uma pessoa inoculada e o registo de sintomas graves em outra pessoa igualmente vacinada, a EMA explica que o Comité de Avaliação do Risco em Farmacovigilância encontra-se a avaliar os casos de eventos tromboembólicos notificados que ocorreram após administração desta vacina.

O lote ABV5300 foi distribuído a 17 Estados-membros e é composto por um milhão de doses. O lote em questão não é utilizado em Portugal.

Henrique Magalhães Claudino / Atualizada às 13:12