Quatro pessoas foram esfaqueadas esta sexta-feira no centro comercial de Arndale, Manchester, em Inglaterra. Uma outra pessoa teve de ser assistida depois de entrar em estado de choque. Um suspeito, com cerca de 40 anos, foi detido sob a acusação de terrorismo.

O ataque, ocorreu por volta das 11:15, mobilizou um forte dispositivo de segurança. Segundo informação da polícia de Manchester, todas vítimas estão em condição estável.

Segundo o The Guardian, a polícia confirmou que "várias pessoas" ficaram feridas nos ataques, tendo entretanto os meios de socorro confirmado que quatro pessoas foram assistidas e transportadas para o hospital. Uma quinta vítima foi assistida no local e não precisou de internamento hospitalar. 

É o departamento antiterrorismo que está a liderar a investigação ao que a polícia descreveu como "uma série" de ataques. Não há qualquer informação sobre as motivações do autor do crime, que terá sido imobilizado pelas autoridades com recurso a uma arma taser, antes de ser detido.

All going off in #Manchester in the Arndale 😳😳😳 pic.twitter.com/3LXB9u821q

O centro comercial foi evacuado e foi traçado um perímetro de segurança nas imediações.

Entretanto, o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, já veio repudiar o ataque: "Estou chocado pelo incidente em Manchester e todos os meus pensamentos estão com os feridos e todos os afetados".