O Prémio Nobel da Economia de 2021 foi esta segunda-feira atribuído a David Card, Joshua D. Angrist e Guido W. Imbens. 

Metade do prémio foi atribuída a David Card, sendo a outra metade dividida entre Angrist e Imbens. 

David Card foi laureado pelas suas "contribuições empíricas para a economia do trabalho". Já os outros dois investigadores são premiados pelas suas "contribuições metodológicas para a análise das relações causais".

David Card nasceu em 1956 em Guelph, no Canadá, e é investigador na Universidade de Berkeley, Califórnia. Joshua Angrist nasceu em 1960 em Columbus, Estados Unidos, e pertence atualmente ao MIT (Massachusetts Institute of Technology em Cambridge, EUA). Já Guido Imbens nasceu em 1963 em Eindhoven, Países Baixos, e investiga na Universidade de Stanford, EUA.

Os laureados deste ano forneceram-nos novas perspetivas sobre o mercado de trabalho e mostraram que conclusões sobre causa e efeito podem ser retiradas de experiências naturais. A abordagem deles disseminou-se a outros campos e revolucionou a investigação empírica", refere o comunicado do comité Nobel.

Muitas das grandes questões nas ciências sociais lidam com causa e efeito. Como afeta a imigração a remuneração e os níveis de emprego? Como é que uma formação mais longa afetará o futuro rendimento de alguém? Estas questões são difíceis de responder porque não temos nada para usar como comparação", esclarece o comunicado. "Porém, os laureados deste ano mostraram que é possível responder a estas e outras questões semelhantes usando experiências naturais. A chave é usar situações em que eventos aleatórios ou mudanças de políticas resultem em grupos de pessoas tratadas de forma diferente, de uma maneira que se assemelha aos ensaios clínicos da medicina". 

O Prémio Nobel da Economia é o último a ser anunciado e será entregue, tal como os outros, no dia 10 de dezembro.

Ao contrário dos outros prémios Nobel, o da Economia não foi estabelecido no testamento de Alfred Nobel, mas sim pelo banco central sueco em sua memória em 1968, tendo o primeiro vencedor sido selecionado um ano mais tarde.

Bárbara Cruz