As autoridade de saúde francesas recomendam apenas a toma de uma dose da vacina a quem já teve covid-19, segundo comunicado divulgado nesta sexta-feira, citado pela agência AFP.

De acordo com as autoridades, as pessoas que já foram infetadas retêm memória imunológica. Ou seja, uma dose da vacina vai servir de lembrete e ativar essa memória, sendo assim necessária uma única toma.

Nestes casos, as autoridades de saúde recomendam um intervalo entre três a seis meses, a contar da data da infeção, para a toma da vacina.

Até ao momento, mais de dois milhões de franceses foram já vacinados contra a covid-19.

Nas últimas 24 horas morreram em França 371 pessoas devido à covid-19 e a variante detetada no Reino Unido continua a crescer, sendo responsável por 20 a 25% dos contágios em França, segundo o ministro da Saúde, Olivier Véran. Foram, ainda, registados 21.063 novos casos, sendo o total de casos confirmados de 3.406.685.

Há, atualmente, 27.007 doentes hospitalizados, 3.337 dos quais nos cuidados intensivos.

Desde o início da pandemia já morreram em França 80.803 pessoas.

Redação / CM