Um sismo de magnitude 6,1 na escala de Richter abalou esta madrugada o nordeste do Japão, sem que as autoridades tenham emitido alerta de tsunami nem haja registo de vítimas.

O sismo foi registado às 11:44 locais (03:44 em Lisboa), a 40 quilómetros de profundidade, ao largo das águas do Pacífico, frente às províncias de Iwate e Miyagi, informou a Agência Meteorológica japonesa.

De acordo com a agência de notícias Efe, o tremor de terra foi sentido no Norte da principal ilha do Japão. A maior intensidade, de 4 graus na escala japonesa (até um máximo de 7), foi registada nas províncias de Iwate, Miyagi e Aomori.

Segundo a estação pública de televisão NHK, a circulação de comboios de alta velocidade foi suspensa na região.

Seis minutos após o primeiro sismo, registou-se uma réplica de magnitude 5, com uma intensidade de 3 graus na escala japonesa.

O terramoto de hoje ocorreu perto do epicentro do sismo que em 11 de março de 2011 causou mais de 18 mil mortos, devido ao impacto do terramoto, de magnitude 9, e ao tsunami que provocou, desencadeando o acidente nuclear em Fukushima.

O Japão situa-se no denominado Anel de Fogo do Pacífico e é atingido por terramotos com relativa frequência, pelo que as normas de construção são muito restritas e há rigorosos protocolos de emergência.

/ BC