Uma mulher de 30 anos foi detida no aeroporto de Heathrow, em Londres, quando tentava viajar para o Dubai com 1.9 milhões de libras (mais de dois milhões de euros) distribuídas por cinco malas.

Em comunicado, a polícia de controlo de fronteira revela que a descoberta foi feita no dia 3 de outubro, cerca das 20:00, no Terminal 2. Depois de revistarem as cinco malas, os agentes encontraram notas no valor de 1.9 milhões de libras, naquela que foi a maior apreensão feita em 2020.

Tara Hanlon, de 30 anos, foi detida e acusada de lavagem de dinheiro. Também detida foi uma mulher de 28 anos que viajava com Hanlon.

"Até agora, esta é a maior apreensão de dinheiro nas fronteiras britânicas este ano e estou satisfeito com os esforços dos agentes de fronteira. Prevenir a exportação de dinheiro não declarado do Reino Unido é um passo vital para reprimir grupos de crime organizado", afirmou Chris Philip, ministro da imigração. 

O caso foi entregue à Agência de Crime Nacional.

Andreia Miranda