Mais de 300 pessoas ficaram feridas devido à queda de uma plataforma de madeira num festival de Vigo, "O Marisquiño", na noite de domingo, segundo as autoridades espanholas citadas pela agência EFE.

De acordo com a Xunta de Galicia, 316 pessoas foram assistidas devido ao incidente, a maioria (255) em unidades de saúde da região.

Fonte do gabinete do secretário de Estado das Comunidades Portuguesas referiu entretanto que não há portugueses entre as vítimas.

Dos feridos assistidos, nove permanecem internados, dois dos quais nos cuidados intensivos. Entre as vítimas há dois menores.

"O Marisquiño" é um festival de desportes radicais e cultura urbana, que decorre em Vigo e vai na 18.ª edição.

O autarca da cidade, Abel Caballero, afirmou que vão ser investigadas as causas do acidente que se registou pouco depois das 24:00 em Espanha (23:00 em Lisboa).

De acordo com a agência de noticias EFE, o acidente causou uma onda de pânico e grande tensão.

Várias equipas médicas de emergência, ambulâncias e equipas da Polícia Nacional e local, bombeiros, bem como diferentes membros das forças de segurança foram mobilizados para o local.

Nas redes sociais surgem vídeos do momento da queda da plataforma e dos momentos que se seguiram.

 

/ CM - atualizada às 14:00