Dois suspeitos de planearem os ataques de Paris foram "mortos na Síria", revelou fonte oficial Pentágono citada pela BBC. 

Os dois homens - identificados como Salah Gourmat e Sammy Djedou no relatório - eram membros do Estado Islâmico.

O mesmo relatório avança que um terceiro membro do grupo, ligado aos ataques de 2015 na Bélgica, também foi morto. 

Segundo o Pentágono, Os três estavam a planear ataques contra alvos ocidentais no momento da ofensiva da coligação internacional liderada pelos Estados Unidos.