O Papa Francisco deixou o hospital nesta quarta-feira, dez dias depois de ter sido operado, avança a agência noticiosa Associated Press.

Francisco foi visto a sair de carro do hospital universitário Gemelli, em Roma, onde foi submetido a uma intervenção cirúrgica para retirar parte do cólon.

O Papa, de 84 anos, foi hospitalizado no dia 4 para uma cirurgia programada, a primeira desde que foi eleito líder máximo da Igreja Católica em 2013, mas esta não era do conhecimento público, tendo causado surpresa.

No domingo, Francisco surgiu à varanda do hospital para rezar o Ângelus, a primeira aparição desde que deu entrada no hospital, pedindo a manutenção de um sistema de saúde de qualidade acessível e "gratuito" para todos.

Estou feliz por poder manter o encontro de domingo ao realizar o Ângelus no hospital Gemelli. Agradeço, senti a vossa proximidade e o apoio das vossas suas orações. Obrigado de coração”, disse o Papa da varanda do décimo andar, na qual estavam algumas crianças doentes, diante de dezenas de fiéis que compareceram ao local e que o receberam com aplausos.

O Vaticano tinha dito, inicialmente, que o Papa deveria ter alta no fim de semana, mas acabou por ficar mais uns dias.

Na terça-feira, Francisco visitou ala pediátrica das crianças com cancro, localizada no mesmo piso do seu quarto.

Catarina Machado