Os presidentes dos Estados Unidos e de França vão ter um “longo pequeno-almoço” a 25 de maio, em Bruxelas, para “comparar opiniões”, disse, no domingo à noite, um responsável da Casa Branca.

O mesmo responsável afirmou que o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e o chefe de Estado francês, Emmanuel Macron, tiveram uma conversa telefónica cordial.

Trump ficou muito impressionado com Macron. Foi claramente uma bela vitória eleitoral” e mesmo que os dois não partilhem as mesmas ideias políticas, são ambos “‘outsiders’ que transcendem as barreiras políticas tradicionais”, indicou a mesma fonte, que pediu o anonimato, citada pela agência noticiosa France Presse (AFP).

A ideia de que Trump apoiava Marine Le Pen foi exagerada e apenas baseada "num `tweet` [mensagem na rede Twitter] sobre a questão das fronteiras" e na passagem da antiga presidente da Frente Nacional (extrema-direita) pela Trump Tower, em Nova Iorque, acrescentou.

Sobre a visita de Le Pen a Nova Iorque, durante a campanha para as presidenciais francesas, em janeiro, a fonte da Casa Branca afirmou que não envolveu nenhum encontro com membros da equipa de Trump.