Venezuela e Peru fecharam a primeira jornada do grupo A da Copa América com um nulo, o primeiro da prova ao segundo jogo.

No Arena do Grémio, em Porto Alegre, o extremo do Tondela, Jhon Murillo, foi titular e saiu aos 84 minutos. Isto já após a equipa venezuelana ter ficado reduzida a dez elementos, devido à expulsão de Mago, por acumulação de cartões amarelos.

Antes, o Peru viu dois golos anulados. O primeiro aos sete minutos, com recurso ao VAR, por fora de jogo. O segundo foi aos 64 minutos: Farfán cabeceou para o fundo da baliza, mas o lance foi anulado por novo fora de jogo, no momento do cruzamento final.

Do lado do Peru, André Carrillo, jogador ligado ao Benfica, entrou aos 88 minutos e acabou o jogo com um cartão amarelo, no terceiro minuto de compensação. O venezuelano Osorio, jogador contratualmente ligado ao FC Porto, foi suplente não utilizado.

O Brasil, que venceu a Bolívia por 3-0, no jogo inaugural, lidera com três pontos. Peru e Venezuela somam um ponto e a Bolívia continua a zeros.

Na próxima jornada do grupo, há um Bolívia-Peru (18 junho) e um Brasil-Venezuela (19 junho).