O ministro japonês responsável pela cibersegurança do país admitiu não utilizar o computador na sua atividade profissional, uma afirmação que provocou risos entre os paramentares da oposição.

Desde os 25 anos, sempre pedi aos meus secretários e assessores, por isso nunca utilizei um computador”, admitiu Yoshitaka Sakurada, na quarta-feira durante uma sessão parlamentar.

Yoshitaka Sakurada, de 68 anos, é vice-chefe da unidade de estratégia de segurança de computadores do governo e também ministro dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos, que Tóquio está organizará em 2020.

O ministro nipónico não foi capaz de responder a várias perguntas feitas pelos deputados sobre o uso de materiais tecnológicos na cibersegurança do país.

"É incrível que alguém que nunca tenha tocado num computador seja responsável pela política de segurança de informação", afirmou o deputado da oposição Masato Imai.