A empresa diamantífera do Botsuana, Debswana, anunciou esta quarta-feira a descoberta de um diamante de 1,098 quilates, o terceiro maior alguma vez encontrado no mundo.

A pedra, descoberta a 1 de junho, foi mostrada ao Presidente do Botsuana, Mokgweetsi Masisi, na capital, Gaborone.

"Acredita-se ser o terceiro maior do género encontrado no planeta", disse Lynette Armstrong, a diretora da Debswana, detida em parceria pelo Governo do Botsuana e pelo negociante sul-africano de diamantes De Beers.

A descoberta "traz esperança a uma nação em dificuldades", acrescentou.

O maior diamante conhecido é o "Cullinan", que pesa mais de 3.100 quilates e foi desenterrado na África do Sul em 1905.

O segundo, de 1.109 quilates, foi descoberto em 2015 na mina de Karowe, no nordeste do Botsuana, que é o maior produtor de diamantes de África.

/ CP