O estado de emergência em vigor na Geórgia foi levantado às 15h00 (hora de Lisboa), no mesmo dia em que o Presidente Mikhail Saakachvili prometeu à oposição acesso aos «media» nas eleições presidenciais antecipadas, informa a agência Lusa.

«O estado de emergência foi levantado e, a partir de agora, a situação voltou à normalidade», declarou o ministro do Interior georgiano, Uta Utuachvili.

Entretanto, o Presidente da Geórgia, Mikhail Saakachvili, demitiu Zurab Nogaideli do cargo de Primeiro-ministro do governo do país, substituindo-o por Lado Gurguenidzé.

Segundo fontes citadas pela imprensa georgiana, Nogaideli terá apresentado o pedido de demissão a Saakachvili «por motivos de saúde».

Mikhail Saakachvili já anunciou o nome do político que irá substituir Nogaideli à frente do governo da Geórgia. Trata-se de Lado Gurguenidzé, 37 anos, director-geral do Banco Nacional da Geórgia.

Segundo a Constituição da Geórgia, a demissão do primeiro-ministro implica a dissolução de todo o governo.
Portugal Diário