Um homem de 30 anos causou, durante a madrugada, três acidentes numa autoestrada na zona de Berlim, na Alemanha, avança a imprensa germânica.

O condutor abalroou vários condutores na A100, nas zonas de Wilmersdorf, Schöneberg e Tempelhof, cerca das 18:35 de terça-feira, incluíndo um motociclista, que teve de ser reanimado no local.

O primeiro balanço feito pelas autoridades dá conta de seis feridos, três deles com gravidade.

A agência AFP apurou junto das autoridades que os acidentes foram causados de forma intencional pelo suspeito, que será iraquiano, que ameaçou fazer-se explodir.

"Ninguém se aproxime ou morre", gritou o iraquiano ao sair do carro na autoestrada A100, tendo ainda dito "Allah Akbar (Deus é grande)".

No entanto, a caixa encontrada dentro do Opel Astra que o suspeito não tinha vestígios de explosivos. 

O porta-voz do procurador de Berlim, Martin Stelner, afirmou que as declarações do suspeito sugeriram "um ato de motivação religiosa".

"Os processos e a nossa investigação sugerem um ataque", afirmou Martin Stelner, ao Tagesspiegel.

A polícia abriu uma investigação e está a averiguar também a hipótese de o suspeito, que já era conhecido pelas autoridades, ter distúrbios mentais.

No entanto, o suspeito não se encontra referenciado como ameaça islâmica pelas autoridades de segurança alemãs nem se encontrava sob vigilância.

Por causa das investigações, esta quarta-feira de manhã, várias estradas com ligação à autoestrada encontravam-se encerradas o que causou longas filas de trânsito na cidade de Berlim.

Lara Ferin Andreia Miranda / notícia atualizada às 9:56