Um sismo de 7,2 atingiu, neste sábado, o Japão, tendo sido emitido um alerta de tsunami, de acordo com a agência meteorológica do país (JMA, na sigla original).

O alerta de tsunami, que foi, entretanto, levantado, dirigiu-se, sobretudo, aos habitantes da província de Miyagi, na costa nordeste, depois de registada a subida do nível do mar em cerca de um metro.

As cidades de Shichigahama e Watari foram evacuadas, com cerca de 25.000 pessoas a terem de ser deslocadas, sendo que a restante população daquela região foi aconselhada a não se aproximar do mar.

O abalo foi sentido na capital Tóquio, a cerca de 300 quilómetros de distância, segundo a televisão estatal NHK.

O sismo foi localizado 34 quilómetros a este de Ishinomaki, em Miyagi, a uma profundidade de 60 quilómetros, pouco passava das 18:10 locais, mais sete horas do que em Portugal continental.

Esta zona costeira foi uma das mais afetadas pelo sismo e tsunami de março de 2011, que fez mais de 15.000 mortos e seis mil feridos, além de centenas de desaparecidos.

Não foi registada qualquer perturbação na central nuclear de Fukushima.

Catarina Machado