Uma forte explosão e tiros ouviram-se este sábado no centro de Cabul, perto do Ministério da Comunicação, segundo responsáveis afegãos citados pela agência France Presse. O ataque lançado por um grupo de homens-bomba e homens armados contra prédios do governo terminou e "todos os bombistas suicidas foram mortos", anunciou o Ministério do Interior.

Cerca das 11:40 (07:10 TMG) uma explosão foi ouvida perto do Ministério da Comunicação e tiros esporádicos foram igualmente ouvidos na zona”, declarou o porta-voz do Ministério do Interior, Nasrat Rahimi.

Ataque contra os correios centrais: operações concluídas. Todos os bombistas suicidas foram mortos e mais de 2.000 civis resgatados", indicou o ministério após cerca de seis horas de cerco ao prédio, citado pela agência France Press.

Seis pessoas ficaram feridas, de acordo com uma primeira avaliação feita por um porta-voz do Ministério da Saúde e o ataque não foi reivindicado.

Hoje às 11:40 (hora local), três bombistas suicidas atacaram o posto de correios do Ministério de Comunicação", informou o Ministério do Interior.

A polícia isolou a área e uma unidade de resposta a crises chegou para impedir o ataque", acrescentou a mesma fonte.

Os agressores usavam uniformes da polícia e visavam um santuário próximo do prédio, adiantou o chefe da polícia de Cabul.

O Ministério da Comunicação é um edifício de 18 andares, considerado o mais alto de Cabul, e está localizado numa zona comercial do centro da cidade.

Os talibãs anunciaram na semana passada o início da ofensiva de primavera. Ataques mortais foram registados em várias províncias do Afeganistão.

O braço afegão do grupo extremista Estado Islâmico cometeu também, no passado, vários ataques com vítimas mortais, em Cabul.