Uma nova explosão aconteceu, esta segunda-feira, na proximidade de uma irgeja, em Colombo, no Sri Lanka, avança a Reuters. O atentado deu-se perto de um local religioso afetado pelos ataques de domingo e uma carrinha estará envolvida.

Um dia depois dos ataques suicidas que mataram 290 pessoas e feriram outras 500, as autoridades encetaram buscas pela ilha, para tentar encontrar bombas por detonar. 

De acordo com a agência noticiosa, a polícia do Sri Lanka encontrou 87 detonadores de bombas numa estação de autocarro, que já foram desativadas.

Oitenta e sete detonadores foram descobertos num terminal de autocarros particular de Bastian Mawatha, em Pettah", informaram as forças de segurança num comunicado, citado pela Lusa.

Este distrito está localizado a meio caminho entre hotéis de luxo à beira-mar e a Igreja de Santo António, locais dos ataques de domingo de Páscoa em Colombo.

A polícia encontrou 12 deles espalhados no chão e depois revistaram um aterro onde 75 detonadores adicionais foram encontrados", referiu a nota.

"Nenhum suspeito foi preso e a polícia de Pettah continua a sua investigação", segundo o mesmo comunicado.

Para além destas, descobriu mais bombas numa carrinha, perto de uma igreja, em Colombo, onde se registou um dos atentados de domingo. Enquanto a Brigada de Bombas tentava neutralizar os explosivos, foi registada uma explosão.

A polícia também informou, esta segunda-feira, que uma bomba artesanal foi descoberta e desativada no domingo, perto do principal aeroporto de Colombo.