O número de mortos por Covid-19 em França subiu para 21.340, anunciaram, nesta quarta-feira, as autoridades de saúde. 

Nas últimas 24 horas foram registados mais 544 óbitos, indicou o diretor-geral da saúde, Jérôme Salomon.

A maioria das mortes ocorreu em hospitais - 13.326, mas há 8.104 óbitos em lares de idosos.

Neste momento, encontram-se hospitalizados 29.741 doentes, dos quais 5.218 estão nos Cuidados Intensivos.

O número de casos positivos subiu para 119.151, mais 1.847 que no balanço anterior.

Na conferência de imprensa de balanço diário, o diretor-geral da Saúde falou ainda do estudo que dá como pista de investigação a nicotina para travar a Covid-19, lembrando que se trata apenas de uma possibilidade e desencorajando a população a fumar mais para travar o vírus.

"O que nós sabemos de certeza é que os fumadores apresentam formas graves de Covid-19 e o tabagismo a longo prazo pode aumentar a mortalidade nos cuidados intensivos. Não podemos aconselhar a população a ingerir nicotina nem encorajar a que as pessoas fumem", afirmou.

França é o terceiro país europeu mais afetado pela doença, a seguir a Itália e Espanha, e o quarto no mundo, com os Estados Unidos na frente.

Catarina Machado