Um tsunami provocou pelo menos 20 mortos na Indonésia, antes do amanhecer de domingo (hora local). O primeiro balanço aponta ainda para 165 feridos e pelo menos duas pessoas desaparecidas.

O tsunami atingiu praias ao costa do Estreito de Sunda, entre as ilhas de Java e Sumatra, especifica a Agência Nacional de Mitigação de Desastres da Indonésia, aqui citada pela Reuters.

“20 pessoas morreram, 165 ficaram feridas e duas estão desaparecidas em três regiões”, disse o porta-voz da agência, Sutopo Purwo Nugroho, em comunicado.

Ainda segundo o porta-voz da agência,  Sutopo Purwo Nugroho, dezenas de edifícios sofreram dados. Têm-se sentido tremores constantes, depois do tsunami, mas não de alta frequência, segundo explicou o mesmo responsável no Twitter. 

A agência nacional de gestão de desastres da Indonésia indica que a provável causa do tsunami terá sido um deslizamento submarino, depois de o vulcão Krakatoa ter entrado em erupção.

O Estreito de Sunda liga o Mar de Java ao Oceano Índico.

Em finais de setembro, outros sismo e tsunami abalaram a ilha de Sulawesi, provocando mais de 2.000 mortos. E o verão foi igualmente trágico, com uma série de violentos sismos no final de julho e durante o mês de agosto. Centenas de pessoas morreram.

A Indonésia situa-se no chamado “Anel de Fogo do Pacífico”, uma área de grande atividade sísmica e vulcânica.