Um novo terramoto de magnitude 6,3 foi registado hoje na região central das Filipinas, um dia após um sismo de 6,3 ter atingido o norte e causar a morte a pelo menos 11 pessoas.

O novo terramoto foi registado a 13 quilómetros a leste de Tutubigan, na região central do país, a uma profundidade de 70,2 quilómetros, segundo o Serviço Geológico dos Estados Unidos.

Desconhece-se de momento se este sismo causou vítimas ou danos materiais.

Pelo menos 11 pessoas morreram e 24 estão ainda desaparecidas após o desmoronamento de edifícios nas Filipinas na sequência do sismo de segunda-feira, de acordo com um novo balanço divulgado hoje pelas autoridades.

As equipas de resgate encontraram mais corpos durante a noite nos escombros de um supermercado que caiu depois do terramoto que danificou edifícios e um aeroporto no norte das Filipinas.

O autarca de Condralito dela Cruz disse que os corpos de quatro vítimas foram retirados do que restava de um supermercado na cidade de Porac, a cerca de 100 quilómetros a noroeste de Manila.

Os socorristas usaram guindastes, pés-de-cabra e cães pisteiros para procurar pessoas nos escombros, algumas dos quais continuavam a gritar por ajuda.

Durante as operações foram utilizados tubos para bombear oxigénio, na esperança de ajudar as pessoas presas a respirar.

Hoje, as equipas de resgate conseguiram retirar com vida dos escombros mais uma pessoa.