Espanha proibiu a prática da vela em 100 quilómetros na sua costa noroeste após vários veleiros terem sido danificados por orcas que bateram nos seus cascos.

O Ministério dos Transportes de Espanha emitiu a proibição de uma semana para os navios com menos de 15 metros de comprimento desde a noite de terça-feira.

As autoridades disseram que a área coberta pela proibição poderia ser estendida, dependendo “das rotas de migração" das baleias.

Os veleiros podem sair do porto para entrar em mar aberto entre os cabos do Priorino Grande e a Punta de Estaca de Bares, mas não devem permanecer perto da costa no extremo noroeste do país.

O ministério referiu que o primeiro incidente relatado ocorreu em 19 de agosto.

Desde então, um número não especificado de veleiros foi danificado por orcas, tendo alguns precisado de assistência do serviço de resgate marítimo depois de os seus lemes ficarem destruídos.

A televisão espanhola mostrou imagens captadas por marinheiros de grupos de orcas a nadar muito perto de seus barcos.

Até ao momento, não foram relatados feridos relacionados a estes incidentes.

/ AG