O ex-presidente da Catalunha, Carles Puigdemont, foi detido, nesta quinta-feira, na Sardenha.

A notícia foi avançada pelo seu advogado, Gonzalo Boye.

Carles Puigdemont era alvo de um mandado de captura internacional desde 2019.

Fontes contactadas pela agência Efe disseram que foi preso à chegada ao aeroporto, vindo de Bruxelas.

O antigo presidente da Generalitat, que é também eurodeputado, foi detido ao chegar a Alghero, uma cidade no noroeste da Sardenha onde devia participar num evento com Victòria Alsina, responsável pela pasta dos Negócios Estrangeiros na Catalunha, e com Laura Borràs, presidente do parlamento da Catalunha.

Carles Puigdemont foi detido por agentes à paisana ao chegar de avião a Alghero, disse o delegado do governo da Catalunha na Itália, citado pela Efe.

Agência Lusa / CM