O rei de Espanha, Felipe VI, foi colocado em isolamento profilático, depois de ter estado em contacto com uma pessoa infetada com covid-19, informou esta segunda-feira o Palácio da Zarzuela, residência oficial da monarquia espanhola.

O monarca esteve em contacto com uma pessoa infetada no domingo, sendo que essa pessoa foi diagnosticada com o novo coronavírus esta segunda-feira.

A Casa Real espanhola terá adiantado ainda que, e seguindo as normas sanitárias, o rei vai ficar em quarentena durante os próximos dez dias, ficando assim suspensas todas as atividades oficiais durante esse período.

A rainha Letícia, a princesa Leonor e a infanta Sofía podem continuar as suas atividades com normalidade. Tanto a rainha como a princesa já tinham passado por um período de isolamento depois de uma situação semelhante.

Espanha registou desde sexta-feira 25.795 casos de covid-19, uma tendência para a descida de novos casos, mas que faz subir o número total de infetados para 1.582.616, segundo números divulgados pelo Ministério da Saúde espanhol.

O país tem ainda mais 511 mortos devido à doença notificados durante o fim de semana, aumentando o total de óbitos para 43.131.

O nível de incidência acumulada (pessoas contagiadas) em Espanha estabilizou  nos 375 casos diagnosticados (menos 35 do que na sexta-feira) por 100.000 habitantes nos últimos 14 dias, sendo as regiões com os níveis mais elevados a de Castela e Leão (676), País Basco (605) e Astúrias (585).

António Guimarães