Um incêndio numa Unidade de Cuidados Intensivos dedicada à Covid-19 em Bagdade, Iraque, matou pelo menos 23 pessoas, anunciaram este sábado fontes médicas e de segurança.

O incêndio no hospital Ibn Khatib, na área da Ponte Diyala, na capital iraquiana, ocorreu depois de um acidente ter causado a explosão de um tanque de oxigénio.

 

 

Várias ambulâncias foram direccionadas para outro hospital, transportando os feridos do incêndio, disse um fotógrafo da Reuters no local.

 

 

Os pacientes que não registaram ferimentos também estão a ser transferidos para fora do hospital. O chefe da unidade de defesa civil iraquiana disse que o fogo começou no andar designado para a unidade de terapia intensiva pulmonar e que 90 pessoas foram resgatadas do hospital, de 120, segundo informações da agência de notícias estatal INA.

O Major General Kadhim Bohan acrescentou que o incêndio foi apagado.