Pelo menos sete pessoas foram dadas como desaparecidas na ilha Socotra, ao largo do Iémen, na sequência da passagem, na quarta-feira, do ciclone Mekunu, que causou vários danos materiais, disseram fontes oficiais iemenitas.

Entre os sete desaparecidos, quatro desapareceram quando a embarcação onde se encontrava afundou, na altura em que o ciclone atingiu a ilha, situada no mar da Arábia, acrescentaram.

Cerca de 150 famílias tiveram de ser retiradas daquele arquipélago iemenita, devido à passagem do Mekunu, o primeiro ciclone tropical deste ano no oceano Índico norte, indicaram.

O Iémen pediu à coligação militar liderada pela Arábia Saudita e às organizações humanitárias que "ajudem a salvar os residentes".

O Sultanato de Omã, que faz fronteira com o Iémen e com o mar da Arábia, já anunciou ter tomado as devidas precauções caso o ciclone venha a atingir o país.