As autoridades de saúde espanholas confirmaram esta quarta-feira novos casos de coronavírus no país: um segundo caso em Madrid, dois em Barcelona e outro em Sevilha, elevando para 10 o número de infetados em Espanha nas últimas 24 horas. 

Dos 10 novos contágios - sem contar com duas pessoas diagnosticadas no início do mês e que já tiveram alta - quatro estão internados no Tenerife, dois em Madrid, dois em Barcelona, um em Sevilha e outro em Castellón, na Comunidade Valenciana.

O Governo da comunidade autónoma do arquipélago das Canárias, Espanha, ativara nas primeiras horas de terça-feira o protocolo em vigor em caso de infeção com Covid-19 num hotel com cerca de mil turistas, onde esteve hospedado um italiano confirmado como infetado pelo novo coronavírus.

O turista, um médico italiano, provém da região da Lombardia, em Itália, e recorreu a uma clínica privada quando começou a sentir-se mal.

As primeiras análises confirmaram na segunda-feira a infeção pelo novo coronavírus e, por essa razão, o departamento da Saúde das Canárias ativou um protocolo específico para o Covid-19, que estabelece a obrigatoriedade de análises posteriores no Centro Nacional de Microbiologia espanhol, em Madrid.

Mais uma morte em França 

Já esta quarta-feira, o ministério da Saúde francês anunciou que mais três pessoas no país foram infetadas com coronavírus, uma das quais não resistiu à doença. Trata-se de um francês de 60 anos que foi hospitalizado em estado muito grave, tendo morrido na noite de terça-feira em Paris. Os outros infetados são um homem de 55 anos, também em estado grave, internado em Amiens, e outro de 36 anos internadi em Estrasburgo. 

A única vítima mortal em França registada até ao momento era um cidadão chinês, com mais de 80 anos.

/ BC