Com o número de mortos e de casos a aumentar, os norte-americanos encheram as praias este fim de semana, que antecedeu o feriado do Memorial Day.

Com três dias de descanso, foram muitos os que rumaram até à praia, ignorando as restrições impostas para conter a propagação do novo coronavírus.

As autoridades vigiaram o comportamento da população e, em muitos casos tiveram mesmo de intervir.

Na Flórida, a polícia foi obrigada, no sábado, a dispersar um grupo de centenas de pessoas em Daytona Beach.

No Missouri, o lago de Ozarks encheu-se de pessoas que violaram as regras de distanciamento social. Os vídeos que foram publicados nas redes sociais já correram o mundo.

As autoridades locais mostram-se preocupadas com este tipo de comportamento.

“É irresponsável e perigoso as pessoas terem um comportamento de alto risco apenas para se divertirem durante o fim de semana prolongado”, disse a presidente da câmara de St. Louis, no Missouri, citada pela BBC.

“Agora, estas pessoas voltarão para as suas casas e vilas, levantando preocupações sobre o potencial aumento de casos de infeção. Isto é profundamente perturbador”, adiantou.

Na Califórnia também foram vistas grandes multidões nas praias, mas as autoridades locais referiram que a maior parte das pessoas estava de máscara e a manter a distância social nas praias e parques.

Lara Ferin