Pelo menos 20 pessoas morreram num naufrágio no rio Buruku, na região central da Nigéria, uma área onde acidentes deste tipo ocorrem com frequência, anunciou hoje a imprensa local.

O incidente ocorreu na quarta-feira, quando um barco se virou na travessia do rio em direção à cidade de Logo com 20 passageiros a bordo, além de várias motos e bagagem.

Este naufrágio ocorre cinco anos depois de um acidente semelhante ter provocado 17 mortes na mesma área do rio.

O governador do estado de Benue, onde ocorreu a tragédia, Samuel Ortom, transmitiu as suas condolências às famílias das vítimas e instou o Governo da Nigéria a construir uma ponte na área "para prevenir a perda de vidas", referiu em declarações recolhidas pelo jornal local The Nation e citadas pela agência noticiosa Efe.

Por enquanto, os serviços de resgate recuperaram 18 corpos e cerca de 20 motos que também transportaram a embarcação, detalhou a mesma fonte.

Os operadores do barco afirmaram ao jornal que os passageiros iam de barco para assistir a um funeral do outro lado do rio, mas ignoraram as recomendações de que deveriam esperar por um segundo barco para atravessar.

Trouxemos um barco grande, mas percebemos que não conseguia com a carga, então pedimos que esperassem pelo próximo navio, mas não quiseram nos ouvir", sublinhou o operador Tersoo Ape.

Este tipo de acidente é frequente na Nigéria, como consequência da má sinalização dos rios, do estado precário dos barcos e da sobrecarga dos mesmos.