O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, está infetado com Covid-19, anunciou o próprio, nesta sexta-feira.

Boris Johnson diz que tem "sintomas ligeiros".

Tenho febre e tosse persistente e os médicos aconselharam-me a fazer o teste, que deu positivo", contou, numa mensagem-vídeo divulgada na sua conta de Twitter.

O chefe do governo britânico disse, também, que "está a trabalhar de casa", "isolado", e que isso "é a coisa certa a fazer".

Mas que não haja dúvidas de que vou continuar a liderar a luta nacional contra o coronavírus", afirmou.

Boris Johnson agradeceu, igualmente, a todos os funcionários públicos que estão a garantir que o país esteja em funcionamento, particularmente os profissionais de saúde, os polícias e os professores, considerando "comovente" o que aconteceu na última noite, quando os britânicos se juntaram num aplauso nacional ao NHS, o serviço nacional de saúde do Reino Unido.

Quanto mais depressa cumprirmos todas as medidas, mais depressa vamos ultrapassar isto. É assim que vamos ganhar esta batalha, juntos. Juntos vamos vencer. Fiquem em casa, protejam o NHS e salvem vidas", terminou.

O número de mortes por Covid-19 no Reino Unido aumentou mais de 100 num único dia, para 578, anunciou na quinta-feira o Ministério da Saúde britânico. Há, ainda, mais de 11 mil infetados.

A Covid-19 já fez mais de meio milhão de infetados e quase 23 mil mortes em todo o mundo.

Leia também:

/ BC/CM