A Espanha registou esta terça-feira 7.665 novos casos de covid-19, elevando para 3.496.134 o total de infetados até agora, tendo o índice de contágios baixado em relação ao dia anterior, segundo o Ministério da Saúde espanhol.

Os serviços sanitários também notificaram mais 117 mortes atribuídas à pandemia, passando o total de óbitos para 77.855.

O nível de incidência acumulada (contágios) desceu em relação ao dia anterior, tendo passado de 236 para 233 casos, diagnosticados por 100.000 habitantes nos 14 dias anteriores.

As comunidades autónomas com os níveis mais elevados são as do País Basco (529), Navarra (363), Madrid (396) e Catalunha (280).

Nas últimas 24 horas, deram entrada nos hospitais em todo o país 1.171 pessoas com a doença (839 na segunda-feira), das quais 306 em Madrid, 222 na Catalunha e 212 na Andaluzia.

Por outro lado, desceu para 10.205 o número de hospitalizados com a covid-19 (10.380), o que corresponde a 8,1% das camas, dos quais 2.331 pacientes estão em unidades de cuidados intensivos (2.356), o que corresponde a 23,1% das camas desse serviço.

A Espanha anunciou hoje que vai impor uma quarentena obrigatória a todas as pessoas procedentes da Índia, apesar de não haver voos diretos, como medida de controlo sanitária face a notícias sobre a deteção de uma nova variante do novo coronavírus.

. / CE