A atividade do vulcão Cumbre Vieja em La Palma, nas Canárias, está praticamente parada, avançam as autoridades locais, nesta segunda-feira.

Nas últimas horas, os tremores vulcânicos quase desapareceram, assim como a atividade explosiva estromboliana", explicou o Instituto Vulcanológico das Canárias.

 

O vulcão Cumbre Vieja, que está ativo há oito dias, deixou esta manhã de emitir lava, após uma noite de explosões constantes.

No entanto, apesar de, inicialmente, ter sido avançado que também tinha deixado de expelir fumo e cinzas, isso já não acontece neste momento, de acordo com o instituto.

 

O fluxo de lava encontrava-se no domingo a cerca de 1.600 metros da linha costeira, mas não chegou ao mar, apesar de manter a trajetória.

O comité científico do Plano de Emergência Vulcânica das Ilhas Canárias (Pevolca) está, neste momento, reunido para analisar esta situação.

Não é claro, neste momento, se se trata de uma paragem de atividade temporária.

A erupção do vulcão causou já a destruição de cerca de 500 edifícios, com a lava a cobrir mais de 212 hectares.

Apesar da dimensão dos danos, não há vítimas mortais entre os 85.000 habitantes da ilha.

Catarina Machado