O cientista Mohsen Fakhrizadeh, apontado como o responsável do programa nuclear iraniano, foi morto a tiro esta sexta-feira em Teerão.

O conselheiro militar do Ayatollah Ali Khamenei acusa Israel de tentar provocar uma guerra com este assassinato.

Nos últimos dias como aliado, Israel procurou intensificar a pressão no Irão e começar uma guerra", escreveu o comandante Hossein Dehghan, no Twitter.

Também o ministro dos Negócios Estrangeiros do Irão, Javad Zarif, aponta o dedo a Israel, que permance em silêncio.

"Terroristas assassinaram um eminente cientista iraniano hoje. Esta covardia - com sérios indícios do papel israelita- mostra uma guerra desesperada contra os criminosos", escreveu Zarif. 

Segundo noticia a Reuters, que cita a imprensa iraniana, Mohsen Fakhizadeh é referido por EUA e Israel como o responsável pelo programa nuclear que Teerão nega existir.

Rafaela Laja