Milhares de turistas ficaram retidos no aeroporto de Banguecoque após o encerramento do espaço aéreo do Paquistão, na quarta-feira, devido às crescentes tensões com a Índia.

Cerca de 30 voos, a maioria com destino ou origem na Europa, foram afetados, anunciou a companhia aérea Thai Airways.

De acordo com uma porta-voz da transportadora tailandesa, citada pela agência Efe, há pelo menos quatro mil passageiros afetados.

A agência France-Presse (AFP) noticia que a mesma companhia poderá voltar a operar ainda durante o dia de hoje, uma vez que foi autorizada a sobrevoar a China.

Na quarta-feira, o Paquistão anunciou o encerramento do seu espaço aéreo, em resposta à escalada militar com a Índia, que se intensificou depois do derrube, no mesmo dia, de dois aviões de combate indianos.

A nova escalada entre as duas nações (que detêm armas nucleares) intensificou-se depois do ataque da Índia contra campos de treino do grupo radical islâmico Jaish-e-Nohammed (JeM) responsável pelo atentado que provocou a morte de 42 polícias na zona indiana de Caxemira no passado dia 14 de fevereiro.