Um incêndio de grandes dimensões deflagrou, na tarde desta sexta-feira, junto à Gare de Lyon, em França.

De acordo as autoridades, citadas pela imprensa francesa, as chamas obrigaram à evacuação da estação de comboio, na rua de Bercy, no centro da cidade de Paris.

Várias testemunhas partilharam as primeiras imagens do incêndio no Twitter, descrevendo-o como "massivo".

A polícia municipal de Paris avançou que este incêndio começou na sequência de um protesto à margem de um concerto de um artista congolês, Fally Ipupa. 

A polícia interveio para terminar a manifestação", avançaram as autoridades francesas.

Um vídeo partilhado pela polícia municipal mostra os manifestantes a impedirem os bombeiros de aceder ao fogo. Um comportamento que as autoridades consideraram "escandaloso" .

De acordo com a imprensa francesa, as chamas começaram por deflagrar em caixotes do lixo e trotinetes que estavam na rua no momento dos confrontos. 

Yn   
 

O cantor Fally Ipupa, aclamado na República Democrática do Congo, tem sido o alvo de opositores ao regime do atual presidente Félix Tshisekedi e que o acusam de estar próximo ao ex-presidente autoritário Joseph Kabila.

Fally Ipupa não dava um concerto em França há mais de dez anos, devido à ameaça representada por estes opositores.

A polícia francesa tinha proibido manifestações junto ao local deste concerto, como forma de prevenção.

Rafaela Laja