A Comissão Europeia aprovou, esta sexta-feira, a vacina da Astrazeneca/Oxford da covid-19, horas depois da Agência Europeia do Medicamento ter dado a sua luz verde.

Esta é a terceira vacina da covid-19 aprovada pelo regulador europeu e por Bruxelas, depois das da Pfizer/BioNTech e da Moderna.

Depois destas aprovações, esta vacina pode começar a ser administrada na Europa.

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, ao anunciar esta aprovação, avisou que são esperadas 400 milhões de doses, como foi acordado. 

A farmacêutica Astrazeneca tem estado envolvida numa polémica, nos últimos dias, com as autoridades europeias, que hoje divulgaram o contrato sobre o fornecimento de vacinas, que até agora estava sob sigilo.

Nele, é possível ler que a farmacêutica se comprometeu a garantir 300 milhões de doses da vacina para a Europa.

Catarina Pereira / - notícia atualizada às 18:31