Um sismo de 8,2 atingiu, nesta quinta-feira, a costa do Alasca, indicou o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS na sigla original), que reviu em alta a magnitude (7,2).

As autoridades norte-americanas emitiram já um alerta de tsunami.

O sismo foi localizado a 91 quilómetros a leste-sudoeste de Perryville, na península, às 22:15 locais (07:15 em Portugal continental), a uma profundidade de 46,7 quilómetros.

É considerado um sismo raso, o que significa que pode causar ondas superficiais mais fortes.

No entanto, até ao momento não há registo de vítimas ou danos materiais.

Houve já, pelo menos, duas réplicas fortes, de magnitude 6,2 e magnitude 5,6 no espaço de meia hora.

A magnitude deste sismo deixou o Hawai em alerta, depois de o centro de alerta Pacific Tsunami Warning Center anunciar que tem "em curso uma investigação para apurar se existe uma ameaça de tsunami" para o arquipélago norte-americano no Pacífico.

Com base em todos os dados disponíveis, este sismo pode ter gerado um tsunami que pode ser destruidor para áreas costeiras mesmo longe do epicentro”, indicou o Pacific Tsunami Warning Center.

Catarina Machado