As três pessoas feridas num ataque com faca na Holanda, esta sexta-feira, são menores e já saíram do hospital, informa a polícia holandesa.

  

Uma porta-voz da polícia holandesa disse ser ainda cedo para classificar o esfaqueamento de pelo menos três pessoas na noite de hoje numa zona comercial central de Haia como tendo motivação terrorista.

Citada pela agência Associated Press, Marije Kuiper, disse que a polícia continua a efetuar buscas para deter o autor do esfaqueamento de três pessoas no Groot Markstraat, a principal zona comercial da capital holandesa, numa altura em que as lojas estavam apinhadas de consumidores a tentar aproveitar a ‘Black Friday’.

Winkel personeel dat vast zat in winkels Grote Marktstraat gaat onder begeleiding politie weg. 'Iemand dood. Bij Hudson's Bay', zegt een van de geschokte personeelsleden. #politie pic.twitter.com/5Z8cIm6RFf

Numa declaração colocada na rede social Twitter, a polícia holandesa anunciou que estava a tentar encontrar o presumível autor do ataque, um homem, entre os 45 e os 50 anos de idade, que tinha vestido equipamento desportivo de cor cinzenta.

O esfaqueamento ocorreu no coração da principal zona comercial de Haia, onde supermercados e lojas de marca coexistem numa área fortemente iluminada pelas decorações de Natal.

A polícia holandesa selou a área e estabeleceu um alargado perímetro para manter os populares à distância.

Não há registo de sinais de pânico entre os transeuntes logo a seguir ao ataque.

#BREAKING Update : Video of the scene of a stabbing in Grote Marktstraat in the centre of the Hague, Netherlands . Multiple people have been stabbed.#GroteMarktstraat #Netherlandspic.twitter.com/9GPcYIjvve

Recorde-se que, na tarde desta sexta-feira, um outro esfaqueamento, na Ponte de Londres, fez dois mortos e três feridos. O agressor foi abatido pela polícia.