Uma funcionária de um café utilizou um guardanapo para pedir socorro após ter alegadamente sido assediada pelo chefe do estabelecimento onde trabalhava na região de Chapecó, no estado brasileiro de Santa Catarina.

De acordo com a Guarda Municipal, a jovem, de 19 anos, enviou o guardanapo com o pedido de ajuda dentro de um saco com uma refeição entregue ao postigo.

O casal que comprou a refeição apercebeu-se daquilo que estava escrito e pediu imediatamente ajuda.

Por favor, chame a polícia nesse endereço. Meu chefe está me assediando e está tentando me drogar. Sou cozinheira. Por favor, não é brincadeira", escreveu a jovem no pedaço de papel.

Quando a Guarda chegou ao local, a vítima contou que o chefe, um homem de 48 anos, tentou agarrá-la durante o trabalho. De acordo com o depoimento da jovem, o agressor terá tentado oferecer-lhe cerca de 100 euros para que os dois mantivessem relações sexuais.

A vítima disse ainda que o homem propôs que ela bebesse um combinado de cocaína e de vinho. 

Durante as buscas, a Guarda Municipal encontrou duas doses de cocaína. O agressor foi levado à esquadra e foi identificado, não tendo sido detido.

Um inquérito foi aberto no sentido de apurar o crime.

Redação / HCL